Eficiência dos Caminhos Quase Mais Curtos em Redes Dinâmicas

Résumé : Métricas de centralidade de intermediação frequentemente subestimam a importância dos nós próximos do caminho mais curto, mas que raramente participam deles. Em redes dinâmicas, esses nós podem se encontrar momentaneamente em posições topologicamente estratégicas. Este artigo avalia a importância desses nós reutilizando a ideia de centralidade de intermediação por espalhamento. Essa métrica considera, além dos caminhos mais curtos, os múltiplos ``caminhos quase mais curtos'', atribuindo-lhes um peso proporcional. O impacto da métrica na rede é avaliado através de comparações com outras métricas de intermediação. Os resultados mostram que o uso da ideia de espalhamento pode reclassificar nós, reduzindo o número de pontos de articulação na rede que estão dentre os nós mais bem classificados. Considerando falha nos nós mais centrais, a vazão da rede em geral mantém-se mais elevada quando o espalhamento é aplicado. Essa propriedade pode ajudar a escolher melhor o papel executado pelos nós de forma a melhorar o desempenho de redes com dinâmica temporal.
Complete list of metadatas

https://hal.sorbonne-universite.fr/hal-01496997
Contributor : Marcelo Dias de Amorim <>
Submitted on : Tuesday, March 28, 2017 - 11:14:06 AM
Last modification on : Thursday, March 21, 2019 - 1:11:53 PM

Identifiers

  • HAL Id : hal-01496997, version 1

Citation

Dianne S. V. Medeiros, Miguel Elias Mitre Campista, Marcelo Dias de Amorim, Nathalie Mitton, Guy Pujolle. Eficiência dos Caminhos Quase Mais Curtos em Redes Dinâmicas. Brazilian Symposium on Computer Networks and Distributed Systems, May 2017, Belém, Brazil. ⟨hal-01496997⟩

Share

Metrics

Record views

613